terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Cadê o twitter do Nez?

Nossa, fui verificar o meu twitter pelo celular e vi as pessoas que eu estou seguindo e estava faltando alguém. Era o Michael Nesmith (ou Papanez). Fui procurar por aqui e ví que o twitter dele não está mais lá!
Será que ele se enjoou de twittar? Justo agora que eu ia mandar um "Happy Holiday" pra ele?

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Uma coisa que me irrita em Davy Jones

A mania dele falar, entre a sua conversa, a temida frase "y´know!" - uma forma rápida de dizer "you know!", que quer dizer "sabe?". Pra mim soa como "tipooooo...", "tipo assim...", "sabe..." etc. Irritaria até mesmo uma operadora de telemarketing!
Tudo bem ser o jeitinho dele conversar, não estou aqui pra mudá-lo. Mas que me irita um pouquinho, irrita

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Davy não twitta!!!

Mas escreve um blog!!!
E aqui está um, com um estilo bem moderno (oooohhh) e com algumas notas rápidas sobre o que está acontecendo com o nosso baixinho!!!
Keep Up With The Joneses, uma extensão do que era, na verdade, apenas uma página do site oficial do Davy Jones!!!
Clique no link abaixo!!!

http://keepupwithjones.davyjones.net/

E no site oficial, uma foto bem cômica, típica do próprio Davy: ele, sentado no colo do Papai Noel!!!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Um vídeo raríssimo

Galera, encontrei este vídeo no Youtube. Alguém encontrou este vídeo bem raro mesmo e que estava dado como perdido. Trata-se de uma filmagem em preto e branco e mudo com os Monkees participando do evento promocional feito pela rádio KHJ. Era um evento no qual os ouvintes vencedores da promoção ganhasse uma volta no trem que vinha de Los Angeles para a estação de Del Mar - rebatizada pelo prefeito como Clarksville, em função da primeira musica de sucesso do quarteto, "Last Train To Clarksville".
O vídeo, já editado com musicas instrumentais, vale a pena ver, embora seja uma filmagem antiga, quase imperceptível. Dá uma olhada!!!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

E este You tube é testemunha...

...pra dizer que Peter Tork ainda continua fofo!!!! Principalmente neste vídeo, com ele cantando I´ll Spend My Life With You!!!

Dá uma olhada!!!!

sábado, 28 de novembro de 2009

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Thanksgiving day

Hoje quero desejar aos fãs americanos dos Monkees um Feliz dia de Ação de Graças!!!
Principalmente aos nossos queridos Monkees!!!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Daydream Believer versão Susan Boyle

Gente, olha o que a Jéssica me mandou!!!!

Triste dizer isto.

Dia 23 de Novembro completou 15 anos que o compositor Tommy Boyce morreu!!!
Não vou entrar muito em detalhes aqui, mas o que eu sei é que ele mesmo deu fim a sua vida.
Triste, não é?
E como sabemos, Boyce era o parceiro de Bobby Hart em suas músicas e composições. E juntos compunham e arranjavam a maioria das músicas de sucesso dos Monkees, como "Last Train To ClarksVille", "Valleri" e "Mr. Webster".

Peter Tork e Micky Dolenz tocam juntos num evento em Boston

Li também outro artigo no site Examiner que Micky Dolenz e Peter Tork tocaram juntos no Boston Super Megafest 2009, em Framingham (Massachussets) no último sábado, dia 25/11/2009.
E eles aproveitaram para contar sobre o encontro deles com os Beatles.
O evento contou também com outras celebridades de vários seriados de TV, entre eles James Marsters de "Buffy, a Caça Vampiros" e "Angel" e Brent Spiner de "Jornada nas Estrelas - A Nova
Geração".

Micky Dolenz no musical "Hairspray" (?)

Li agorinha mesmo uma matéria sobre Micky Dolenz. Ele irá participar do musical "Hairspray", fazendo o papel de Wilbur Turnblad, o pai da personagem Tracy Turnblad. Irá estreiar em fevereiro de 2010, no teatro de West End, em Londres.
Micky Dolenz, como sabemos, já participou de vários musicais, como Pippin, Grease, Aida e A Funny Thing Happened On The Way To The Forum.
Leia mais neste artigo abaixo

http://www.theimproper.com/music/?p=121

O seriado "The Monkees" no Brasil: a questão.

É incrivel quando reparamos que alguns seriados clássicos como "A Feiticeira", "Jeanie é um Gênio", "Agente 86", "Ilha da Fantasia", entre outros são lançados no mercado de DVD aqui no Brasil. Sim, sempre que passamos perto de uma loja de CD´s e DVD´s, sempre deparamos que as mais populares séries clássicas estão nas prateleiras e vitrines. Todos com dublagem e legenda em português. Alguns com direito a extras. Que beleza!
Mas há aqueles fãs, adimiradores e colecionadores de outros seriados clássicos (alguns menos populares, mas que as pessoas gostavam de assistir) que sempre questionam inquietamente: por que até agora tal série clássica não foi lançado em DVD? Por que não exibe mais na TV?
É o caso da série "The Monkees" que eu aqui quero relatar. É a enésima vez que eu sempre vejo esta pergunta na comunidade de fãs dos Monkees no Orkut: "e aí, vão lançar o DVD da série dos Monkees ou não?" ou "por que não lançaram?" ou até mesmo "Cadê o seriado?". Entre outras perguntas que se referem a mesma coisa.
Então eu decidi perguntar às duas pessoas que realmente entende do assunto: Angélica Abreu (da comunidade de fãs) e Fernanda Furquim (da Revista TV Séries) sobre a questão do lançamento de seriados e filmes clássicos em DVD. Melhor dizendo: por que só lançaram seriados clássicos A, B e C e não lançaram também os seriados X, Y e Z?
Baseado nas explicações destas pessoas, farei aqui um relato que esclarecerá, da melhor forma possível, a razão da série "Os Monkees" não ter sido lançada em DVD, com a dublagem e legendas em português aqui no Brasil.
Num dos tópicos do fórum da comunidade dos fãs, dois participantes informaram que mandou um monte de e-mails para as distribuidoras e detentoras da série. Um teve a resposta da Sony do Brasil (distribuidora que lança os seriados aqui) que diz não possuir mais os direitos autorais do material, portanto não poderá lançar o mesmo aqui. O outro participante mandou um e-mail à Rhino (que detém e também relança todo o acervo de músicas e vídeos antigos nos EUA) que respondeu que não tem interesse em lançar o seriado no Brasil, mas que agradece a sugestão. E é só o que as duas empresas respondem.
Na realidade, caros fãs, tanto a Rhino quanto a Sony do Brasil querem farturar horrores com os seus materiais de filmes e séries clássicas. Melhor dizendo, dinheiro. Tudo que eles precisam é ter uma demanda maior para ver se compensa ou não lançar o seriado dos Monkees aqui no Brasil. Demanda quer dizer quantas pessoas apreciam o material no nosso país. Se as duas empresas que lançam e relançam as séries e os filmes clássicos percebem que a demanda é muito pequena, menor serão as changes de vendas e menor serão os lucros. Simplificando: quanto menor a quantidade de pessoas que curtem e procuram "Os Monkees", menor a change de lucros para as empresas, fato que não irá compensar produzir em grande quantidade os pacotes de DVDs, sendo que poucos irão comprar (e se puderem comprar) e o resto vai acabar encalhando nas prateleiras. É o que explica o que a falta de mercado (que tem haver com a demanda) e a falta de interesse da Rhino e da Sony em querer lançar o seriado já dublado ou legendado aqui no Brasil.
E a questão dos direitos autorais tem tudo a ver com a Rhino e com a Sony. Para melhor entender: A Rhino é o que mantém o acervo inteiro dos Monkees, desde os discos lançados até o seriado. Como sabemos, a Columbia era o que produzia todo o acervo dos nossos meninos, antes de ser passada à Rhino. De 1968 até 2006 (se eu não me engano, pode ter sido até 2007), a produtora forneceu, por um prazo estabelecido, os direitos autorais à distribuidora do Brasil para lançar os materiais audiovisuais dos Monkees, ou seja, os discos e o seriado, que teve suas exibições em emissoras como a Excelsior (que foi a primeira), a Bandeirantes, a TVE Brasil, o Multishow (que exibiu o seriado com legendas) e, por último, o Canal 21 (que já estava em crise financeira). Pode ser que o contrato de direitos autorais já se expirou e a Sony (que certamente "descende" da distribuidora da Columbia no Brasil) já não tenha mais os direitos autorais para fornecer às emissoras para reexibir o seriado ou lançar em DVD. E, com certeza, a distribuidora não se interessa em renovar ou contratar com a Rhino estes direitos por achar que não tem mercado aqui no Brasil.
Falando em dublagem ou legendas em português, há um dilema: a maioria das pessoas que curtem o seriado dos nossos queridos estão acostumados a ver todos os episódios dublados pela AIC, hoje BKS. Mas o tempo em que as fitas com a dublagem original permaneceram aqui fez com que elas fossem deterioradas pelos maus cuidados por parte das distribuidoras e as emissoras que exibiram "Os Monkees". Algumas fitas ficaram mofadas, outras se perderam por aí (por isso que na sua ultima reexibição ficou faltando alguns episódios dublados). Acabado o tempo de permanencia do material aqui, as fitas com a dublagem ou legendas em português tinham que ser devolvidas à empresa de origem. Esta empresa certamente acabou destruindo todas as fitas. É verdade, as empresas de origem acham que nada tem o que fazer com elas, mesmo tendo a possibilidade de reaproveita-las. E olha que o processo de recuperação da dublagem em português e da imagem exige muitas técnicas, é demorada e as distribuidoras não querem ter esta trabalheira, não querem perder tempo e dinheiro. Então há duas opções se quisermos ter a série "Os Monkees": ou façam a redublagem do material já com uma imagem perfeita ou simplesmente coloque legendas em português e deixe o som original. No caso do "Agente 86", o material lançado aqui teve que passar pela redublagem por conta da má conservação do material com a dublagem original. Certamente o seriado que queremos que seja lançado tenha que passar pelo mesmo processo. É claro que vamos até estranhar a redublagem, já que não tem como recuperar a original (de fato não tem, já que os dubladores originais foram para o andar de cima). Mas isto não vai depender da nossa opinião nem da distribuidora, cabe a empresa de origem, que decidirá se poderá ou não colocar dublagem ou legenda no DVD.
Trocando em miúdos tudo o que expliquei até agora: nós dependemos da distribuidora que lança o seriados clássicos aqui no Brasil. Esta depende da produtora que poderá ter interesse ou não em negociar um contrato de direitos autorais para o lançamento dos DVDs. Tudo depende do interesse de ambas as partes, mais ainda da distribuidora e da empresa que produziu ou mantém os direitos autorais dsos vídeos.
Então eu tive a ideia de fazer uma petição, como uma forma de levantar um grande número de pessoas que realmente se interessam em ter a série "Os Monkees" lançada aqui no Brasil, para ser enviada a Sony e a Rhino. Contudo, se quisermos fazer esta petição, teremos que colocar, além de nosso interesse, motivos relevantes para que o DVD seja lançado com dublagem (ou redublagem, se for preciso) ou legenda em português. Por exemplo: as pessoas que procuram o seriado, no mínimo compram de pessoas que já tenham gravadas em VHS e depois convertidas para DVD. Porém os vídeos convertidos para DVD nem sempre apresentam uma boa qualidade de imagem, algumas cenas são cortadas, o som fica abafado e, inclusive, faltam alguns episódios dublados, por ser gravados das emissoras que exibiram o programa. E no máximo conseguem achar o seriado importado e vendido em lojas especializadas em produtos fora de catálogo (é muito raro encontrarmos lojas que vendem materiais fora de catálogo). Mesmo assim é complicado, pois sabe-se que há taxas em cima de taxas na importação, o que encarece o produto que queremos comprar. Outro motivo é que nem sempre as pessoas entendem inglês, já que o produto só tem o som original. E nem todos os aparelhos de DVDs padronizados para filmes de região 4 (Brasil e toda a América do Sul) rodam DVDs de região 1. Eu quero dizer, os mais antigos aparelhos de DVD, se bem que hoje em dia alguns aparelhos mais novos que tocam filmes da nossa região até tocam filmes de outras regiões numa boa.
Enfim, a petição poderá servir como o primeiro passo dado, como uma atitude a ser tomada por nós, fãs, colecionadores e admiradores do seriado dos nossos queridos Monkees. Mas como foi dito antes, tudo vai depender do nosso interesse, senão a coisa vai ficar do jeito que está.


sábado, 14 de novembro de 2009

Davy Jones lança "She"


Davy Jones lança novo álbum com músicas dedicada à todas as mães do mundo e seus filhos (e talvez a sua falecida mãe, Doris Jones).
O novo trabalho de Jones está um tanto longe do seu estilo Monkees, músicas britânicas e Broadway. Davy faz covers de músicas de compositores e cantores como Louis Armstrong, Burt Bacharach, Doris Day, Johnny Mercer, Elvis Presley, Johnny Ray, Willie Nelson, entre outros. Ou seja, no estilo blues, jazz, country e doo-woop.
O álbum "She" está disponivel para venda no site oficial de Davy Jones, à $15.00 (quinze dólares).
Mais informações, clique aqui


quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Davy Jones e Jéssica Pacheco no "Newlywed Game"


Davy Jones e sua (terceira) esposa, Jéssica Pacheco participarão do game "Newlywed Game", um jogo de perguntas e respostas sobre o que o marido sabe sobre a esposa e vice-versa. Será que eles vão responder certinho o que sabem um do outro?
O programa irá ao ar no dia 21 de Janeiro de 2010, numa quinta-feira.
Se houver vídeos no You-Tube do programa, irei aqui postar.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Carl Ballantine


Carl Ballantine faleceu ontem, dia 3 de novembro. Para quem não sabe, ele teve uma participação no seriado The Monkees, no episódio 19 "Procuram-se Quatro Vivos" (The Audition - Find The Monkees), no papel de Hubber Benson, um cara chato e teimoso que procura por uma banda de rock para o seu programa de TV e acaba tentando procurar quem cantou "Mary, Mary", ao ouvir a música no gravador, sem saber que foram os Monkees que gravaram a música.
Nascido Meyer Kessler, Carl era um mágico que já participou de varios outros programas de TV. Uma pessoa bem humorada e de boa personalidade. Veja mais sobre a vida dele no Wikipédia
Enfim, ele deixará saudades!!!! Descanse em paz!!!

sábado, 31 de outubro de 2009

Uma frase do Mike Nesmith para o Halloween


Tirada do seu Twitter, é claro:

"Brincando com dos demônios, dancando com os mortos, colocando simples abóboras em suas cabeças de monstros."

Happy Halloween!!!
Feliz dia das Bruxas!!!

Episódio Recomendado: Vocês São Uns Monstros (Monkees Monstrous Mash)
UAAAAAAAAAAAAHHHAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH! O grito de medo dos Monkees!!

Don´t do that!!!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Esclarecimentos sobre o artigo de Davy Jones (desta vez eu o perdoo)

Ultimamente estive intrigada com a atitude de Davy Jones na sua ultima entrevista, que eu postei aqui. Fiquei com bronca dele e com dúvida se ele era assim mesmo, chato pra danar na sua rotina, uma pessoa má que nem mesmo gosta de seus companheiros "velhos de guerra" (dos outros três Monkees) ou se só na hora das entrevistas ele age assim, quando os reporteres vem com perguntas chatas.
Cheguei a tirar esta dúvida num fórum que eu participo, do site Psycho-Jello. E a moderadora do fórum e dona do site foi a que mais esclareceu minha dúvida e que abriu um pouco os meus olhos quanto a atitude do baixinho.
Ela me respondeu algo que eu parei pra ler e pensar e cheguei a seguinte conclusão: está certo que é desapontante quando as celebridades que tanto amamos e idolatramos se tornam chatos, rudes e querem mostrar seu lado humano de uma forma que elas acham que é certa, mas acabam fazendo do modo errado. Isso acontece muito frequentemente nas entrevistas, de modo que as celebridades entrevistadas, as vezes, se cansam das mesmas perguntas que os outros entrevistadores ja fizeram. Por fim, acabam ficando irritadas, a ponto de até falar aquilo que pensam ou o que vem na cabeça sem pensar direito antes. Quero dizer, besteiras. Acontece com qualquer pessoa, independente de ser ou não algum famoso.
E pra piorar ainda mais, as revistas e os sites de fofoca acabam aumentando, fazendo adaptações diferentes das entrevistas, colocando as partes relevantes mais chatas e mais chocantes no artigo. E acontece dos outros meios de comunicação pegar estas informações e aumentar ou inventar ainda mais. E o fã que lê isto acaba ficando chocado, triste, chateado, desapontado, decepcionado com o seu ídolo. Chega até a pensar: poxa, o cara que eu tanto gostava fala desta maneira, é muito chato, muito estúpido, etc. Mas nunca se sabe se é verdade ou não.
Então nem sempre se deve acreditar no que as revistas ou sites de fofocas dizem sobre as celebridades. Nem todo boato tem fundo de verdade. E nem tudo o que as celebridades dizem são aquilo que elas realmente dizem. Alias, no fundo, não era exatamente aquilo que elas querem dizer. Ou não queriam mesmo dizer aquilo.
De vez em quando (e dependendo das circunstâncias, é claro) acabamos tendo merda na cabeça, de modo que queremos extravazar de qualquer maneira. Acaba acontecendo, mas em alguns momentos errados.
E como diz minha tia, a lingua é, muitas vezes, o chicote da boca. E quem fala demais acaba dando bom dia à cavalo (com o perdão da palavra, Davy Jones, com relação ao seu amor por cavalos).
Bem, o que eu quero dizer é que Davy Jones é um ser humano como outro qualquer. Ele pode ter lá os seus defeitos. Mas ele tem boas qualidades como pessoa: é bom, educado, cordial, gentil, um bom pai para suas filhas, um excelente jóquei, um excelente cantor, possui uma excelente atuação como ator. É uma pessoa independente, lutou bravamente para ter seus objetivos, apesar das dúvidas e desmotivações que ele teve. Mas ele conseguiu tudo de bom que ele queria, sempre desejando, sonhando...
Ele se dedicou sempre ao seu pai e suas irmãs mais velhas e ainda dá e sobra esta dedicação às suas filhas. E quando ama alguém, ama mesmo.
E mais: ele, junto com os Monkees, cortou um dobrado pra ganhar, além da boa fama e do amor pela fãs, o respeito.
Quer dizer, as suas qualidades falam mais do que os defeitos.
E outra: a gente nunca sabe qual era o estado de espírito em que o cara se encontrava no momento da entrevista. Há inúmeras hipóteses: se ele estava de bom humor, mas determinadas perguntas não lhe agradava; ou se ele não gostou das perguntas feitas e acabou falando o que veio a cabeça aquilo que ele não queria dizer; ou se ele disse aquelas besteiras de propósito para chamar atenção, mesmo que negativa, claro. Coisa que ele sempre fez, até mesmo quando estava junto com os Monkees, nos anos 60. Enfim, cada caso é um caso. Todo mundo tem problemas, até Davy Jones.
Só deixando claro: as perguntas chatas que Davy cansa de responder (e eu até entendo isso e vou respeitar) envolve os Monkees: se tem possibilidade dos membros da banda se reunirem novamente, qual é o seu ponto de vista sobre os outros três, enfim. Chega uma hora que chega a lhe irritar. A Rosinha mesmo me disse que ele tem ciumes de suas fãs e acha que os entrevistadores não fazem perguntas sobre ele, perguntam mais sobre a banda. Tudo bem que ele foi um dos Monkees, mas nem sempre ele quer se lembrar de seu passado. No fundo ele até gosta de lembrar daqueles "velhos tempos" em seu momento de privacidade, mas nem sempre ele gosta de ser lembrado como um Monkee pelos entrevistadores e pelos seus fãs. Se começa a perguntar algo sobre o quarteto, ele solta as besteiras que quer, seja para ferir o reporter, ou para chamar atenção. Ou simplesmente para dizer "pelo amor de Deus, né, gente? Para de perguntar sobre os Monkees. Já encheu!".
(Falando bem baixinho, aqui entre nós: às vezes, quem muito desdenha, quer comprar. Pensem bem nisto e certamente vão entender o que eu quero dizer com esta frase. E eu ainda acho que ele deveria calçar as sandálias da humildade).
E eu entendo como Davy se sente. Só agora, porque eu demoro pra entender. Minha cabeça é um laboratório de análise e eu demoro para obter os resultados que eu quero. A verdade que eu quero e preciso mesmo ouvir. E é esta a verdade que eu obtive e quero passar para vocês. Posso não conhece-lo pessoalmente, mas tenho ideia de que tipo de pessoa ele é. E com isto aprendi a gostar ainda mais dos Monkees, não somente pelo talento musical que eles possuem, mas como pessoas que eles são. E entendê-los também.
Portanto, fãs e admiradores de Davy Jones, não vamos perder o respeito e admiração, nem vamos deixar de amar nosso querido baixinho por contar de besteiras que ele disse ou não. Vamos respeitá-lo e amá-lo sim, mas como pessoa. Como ser humano que merece amor. Assim como nós amamos e respeitamos Peter, Mike e Micky.


Love is understand! Don´t you know that it´s true...

sábado, 10 de outubro de 2009

Nossa, Mike Nesmith também twitta!


Descobri agora pouco o blog do Twitter do Nez, que bacana!!!!

dá uma olhada:

http://twitter.com/papanez


Uma das mensagens que eu achei interessante é esta:

"Então eu perguntei ao anjo: 'se eu morrer, vou encontrar minha mãe do outro lado?' E ele respondeu: 'Sim, mas ela não será sua mãe!'".

E outra, que achei bacana e fiz questão de comentar foi sobre a sua música "Rio" que, por sinal, eu acho linda esta ligação amorosa com a cidade maravilhosa e que agora é sede das Olimpiadas de 2016. E sugeri ao Nez para vir aqui na ocasião!!!!
Não deixei por menos: estou seguindo ele no Twitter, hehehehe!!!!!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Susan Boyle cantará "Daydream Believer" em seu novo CD


Uma noticia boa para os fãs de Susan Boyle e melhor ainda para fãs dos nossos queridos: Susan Boyle irá lançar no dia 24 de novembro nos EUA o seu primeiro CD, que inclui covers das músicas de Madonna, Rolling Stones e The Monkees. Sem brincadeira, gente, eu ví esta reportagem nestes sites aqui:

http://www.people.com/people/article/0,,20311129,00.html?xid=rss-topheadlines
http://www.eonline.com/uberblog/b148008_susan_boyle_monkees_around_with_madonna.html

E olha as faixas do CD que serão lançadas no primeiro album dela, fora o "I Dreamed a dream", que ela cantou no programa "Britains Got Talent".

1. "Wild Horses"
2. "I Dreamed a Dream"
3. "Cry Me a River"
4. "How Great Thou Art"
5. "You'll See"
6. "Daydream Believer"
7. "Up to the Mountain"
8. "Amazing Grace"
9. "Who I Was Born to Be"
10. "Proud"
11. "The End of the World"
12. "Silent Night"

Sinceramente, tô achando que esta mulher curtia o seriado dos nossos meninos quando criança.
Bem, vamos ficar no aguardo para ver se ela cantará bem o "Daydream Believer". Mas, pelamordeDeus, Susan Boyle, não tente fazer a dancinha do Axl Rose, please!!!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Enfim...

...Davy Jones está fazendo igual a Rita Lee, que era dos Mutantes e agora recusou cabalmente voltar a se reunir aos colegas no ultimo revival. O melhor a fazer é respeitar a "caduquice" deste baixinho sem vergonha e sem papas na língua!!!!

e ainda tenho mais dúvidas

Este artigo, só pra ter uma ideia, está espalhado em todas as fontes de notícias na internet.
Vai saber se é um exagero dos redatores, dos reporteres. Vai saber.
Ou se for real, eu achei triste demais ter que ler isto.
Sei lá, as vezes Davy Jones me decepciona, de modo que ele desça demais no meu conceito!

Um artigo nada feliz de Davy Jones!!!!

Eu ainda tenho lá minhas dúvidas de que ele disse isto, mas é a vida dele, não a minha!
E ele já deve ter declarado muitas vezes a respeito de uma nova reunião dos Monkees, dizendo que ele não tem mesmo tempo e que está cuidando de suas coisas, em especial sua saúde!!!!
Mas...Fazer o quê? É a vida!!!! Se ele acha que já disse tudo que tinha quando estava na juventude, beleza!!! Mas que é triste ter que ler isto, é!!!!
Não vou mentir: do jeito que o relacionamento deles está desde 1997 (ou seja, eles quase não tem muito contato um com outro), o sonho dos fãs de vê-los reunidos outra vez está muito longe de acontecer.

Davy Jones declara "não ter tempo" para The Monkees
Fonte: JamMusic
data: 07/10/2009


O ex-monkee Davy Jones descartou a possibilidade de se reunir com seus companheiros de banda após criar um desentendimento entre seus ex-companheiros, insistindo que "não tem tempo" para eles.
O cantor atacou Mike Nesmith, Peter Tork e Micky Dolenz e acusou Nesmith de ter a cabeça firmemente grudada "naquele lugar".
Jones alega que "Nesmith não é um artista igual ao que Micky, Peter e Tork são. Ele fica de costas para o público na metade do show".
"Ele é um home de negógios brilhante, mas como pessoa eu não tenho tempo pra ele. Ele está muito distante e separado".
Jones também alega que Tork é muito desagradável para trabalhar, enquanto ele sobre Dolenz: "Eu não poderia mais imaginar compartilhando o palco com Micky Dolenz, que não quer tocar bateria e, sim, guitarra na frente do palco."
Os quatro, que ganharam a fama na década de 1960, a última realizada em conjunto em 1997, e, de acordo com Jones, isso nunca mais vai acontecer.
Ele diz ao "National Enquirer", "Não é um caso de dólares e centavos. É um caso de satisfazer a si mesmo. Eu não tenho nada a provar. Os Monkees provaram para mim."

Hey, hey this is Queensland - Ad 1

Ops, mandei um vídeo da paródia da paródia do anuncio da Queenslands. Desculpem!!!!!!!!!
Agora sim, este é o video que eu quero passar, ok?
Nada mal usar o tema e os gestos dos nossos queridos nesta propaganda!!!!!!

Comercial da Queensland parodia Tema dos Monkees

Esta não é lá uma novidade lá fora, mas é bem legal o tema dos nossos queridos ser usado para este comercial!!!!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

MonkeeLetras Traduzidas

Hoje temos uma música dos Monkees que, na voz de Davy Jones, derrete o coração das moçoilas

It´s Nice To Be With You (com tradução)

Hey, look what you have done
Showing me the sun
And now, it's shining through
It's nice to be with you

Hey, I like the things you say
And I like the way
You do the things you do
It's nice to be with you

Each time that I give my heart to someone new
They just turn it blue
But this time is my time
And my time is all the time I have to be with you

So please, never go away
Say you're going to stay
And make my dreams come true
It's nice to be with you

Each time that I give my heart to someone new
They just turn it blue
But this time is my time
And my time is all the time I have to be with you

So please, never go away
Say you're going to stay
And make my dreams come true
It's so nice to be with you

Ei, olhe o que você tem feito
Mostrando-me o sol
Que agora, está brilhando
É bom estar com você

Ei, eu gosto do que você diz
E eu gosto da maneira
De como você faz o que você faz
É maravilhoso estar com você

Toda vez que dou o meu coração para alguém novo
Eles se transformam
Mas desta vez é a minha vez
E na minha vez é hora de estar com você

Então, por favor, nunca desapareça
Diga que você vai ficar
E tornar os meus sonhos realidade,
É ótimo estar com você

Cada vez que dou o meu coração para alguém novo
Eles se transformam
Mas desta vez é a minha vez
E na minha vez é hora de estar com você

Então, por favor, nunca desaparça
Diga que você vai ficar
E tornar os meus sonhos realidade,
É tão agradável estar com você

Linda, não é?

É de derreter o coração

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Mais uma nova do Peter

Ainda com Rosinha, nossa correspondente (que tem mesmo um chananã com Davy, Micky e, especialmente, com Peter):

"Galera, acabei de receber uma mensagem do Peter com uma notícia maravilhosa: ele está muito bem e muito saudável. Ele esteve em NY há cerca de duas semanas se consultando com seu médico e este informou que não foi encontrado nenhum resquício da doença e que ele deve retornar somente em Dezembro para nova consulta. De início, os check-ups serão a cada três meses, depois a cada seis e, então, somente uma vez por ano. Claro, não devemos esquecer que o tipo de carcinoma que ele teve pode retornar a qualquer momento, mas ele vai monitorar sua saúde com mais atenção daqui pra frente. Ele terá que fazer check-up até o fim da vida, mas como ele mesmo brincou em sua mensagem "eu já tenho 67 anos, o que mais pode me acontecer agora?" (sobre quanto tempo lhe resta de vida ainda). Bom sinal, ele está bem humorado e fazendo piada, querem coisa melhor que isso? Ele ainda me pede para agradecer as boas vibrações de todos, o amor e o carinho e manda beijos e abraços a todos os fãs e amigos do Brasil. Vamos continuar com as boas vibrações que, com certeza, ele receberá. Beijos e obrigada a todos, sempre, por tudo."

Issaí, Rosinha!! Valeu pela mensagem!
E também um recado para Peter: Isso aí, rapaz! Ainda torcemos por você
Aeh, come to Brazil again, man! Queremos ver você de novo aqui!

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Explicação do título "Confirmado"

Só para ressaltar: aqui eu só dou as notícias quando é certeza, pois assim estaria enfatizando com os fatos verdadeiros. Há noticias que eu podem estar espalhados em um monte de sites de fofoca do mundo inteiro, mas nunca sabemos se é fato verdadeiro ou se é boato. Neste caso não foi. Esta noticia já estava evidente antes de eu divulgar, mas só agora eu pude publicá-la. Ainda mais com a falta de recursos e de tempo para publicá-la. Este ultimo problema já foi resolvido!!!
De resto, o que eu publicar aqui sobre os nossos queridos, terá que ser confirmado antes por mim (ou seja, se devo ou não publicar), para não haver problemas posteriores.

Confirmado: Davy Jones se casou outra vez!!!!



Pois é! Desta vez Davy Jones não tem mais o título de "o baixinho solteiro dos Monkees". Nem mesmo a música "I wanna be free" soa mais na vida dele. Uma triste nota para as jonesetes: ele se casou com uma atriz de 32 anos, Jéssica Pacheco, no dia 30 de agosto deste ano. Depois de dois anos de namoro, entre desmanches e voltas, Davy e Jéssica decidiram juntar os trapinhos.

Segundo notícias, Jéssica é uma atriz da Telemundo e dançarina de flamenco.

Nenhum dos outros Monkees, Peter Tork, Micky Dolenz e Michael Nesmith compareceram no casório, que ocorreu na casa dos sogros. Nem mesmo as filhas dele (elas não gostaram muito da ideia dele se casar de novo).

Veja mais notícias nestes links:






Só espero que esta nova esposa de Davy Jones não "macaqueie" com ele, como as outras duas bruxas morféticas fizeram.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Noticias de Peter Tork

Recebi esta de Rosinha Monkees, sobre o nosso querido Peter Tork:

Olá, galera

Há quanto tempo eu não dava notícias do nosso Peter, não é? É que ele não andava bem e eu esperei para que pudesse enviar notícias boas... e aqui estou eu! Telefonei pra ele semana passada e o que encontrei do outro lado da linha foi um Peter animado, bem tranquilo e confiante no tratamento que está fazendo. E tão confiante que já voltou a tocar e cantar com sua banda Shoe Suede Blues (datas e locais dos shows em seu website: www.petertork.com).

Ele tossiu bastante enquanto conversávamos, mas ele mesmo explicou que isso é normal nas condições em que ele se encontra, pois a radioterapia é um tratamento muito forte, mas graças a Deus não afetou sua voz e ele está podendo conversar e cantar, o que é melhor ainda!

Ele aproveitou o telefonema e me contou sobre os próximos shows, sobre o tratamento e perguntou quando eu iria visitá-lo novamente. Eu disse que ainda não sabia e ele me contou um segredo... disse que na noite em que eu fui vê-lo em um show no Estado da Virginia, ele tinha compromisso com outra garota, mas ao me ver chegar ao local do show, dispensou a menina só pra ficar comigo... e eu disse "Sério? Espero que tenha valido a pena" e ele completou com um "Oh boy, foi a melhor noite que eu já tive"... uhuuuuuuuuu ganhei o dia... o mês, o ano, a vida toda, isso sim, hehehe mas o que posso fazer? Na verdade, nós ficamos juntos naquela noite e nas três noites seguintes, hehehe desculpa aí!! :-)

Enfim, só queria compartilhar com vocês esta boa notícia. Continuem, claro, rezando por ele. Ele agradeceu quando eu contei que estávamos todos torcendo por ele e me pediu para mandar um grande beijo a cada um de vocês. Portanto, sintam-se todos beijados por Peter Tork (e olha que ele beija bem, vão por mim!) :-)

SMACK,

Rosinha

Olha aí, galera!!! Vocês não esperavam uma boa noticia destas?
E ainda mandou beijos pra nós, suas queridas fãs. Vamos mandar um de volta pra ele?

SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSMMMMMMMMMMMMMMMMMAAAAAAAAACCCCKKKKKKKKKKK!!!

Bem grande pra vc, Peter, e com eco!!!

sábado, 12 de setembro de 2009

Monkee Frases para este dia

O amor é a última viagem!!!
Salve as galinhas do prado do Texas!!
Você só pode estar brincando!!!
Uh!
Lá vamos nós de novo!
Não é muita burrice!?
Eu já estou de pé!
Ele/Ela/Eles sumiram!!!

Vida longa aos Monkees

Há 43 anos, numa segunda-feira, no dia 12 de setembro, às 19h00, os Monkees fizeram sua estreia na televisão com o seriado que fez e ainda faz muito sucesso. O aniversário bem que ficaria completo se lançasse a caixa com o seriado aqui no Brasil. Poderiamos fazer uma petição para a Rhino poder lançar aqui, o que vocês acham?
E bem que eles poderiam voltar a se juntar para tocar juntos. Mas, das duas, uma: ou teremos que aceitar o fato de que eles não pretendem mais tocar juntos ou termos esperanças de que um dia eles possam voltar a fazer turnês juntos, lançar algum material novo. Quem sabe um dia, né?
Enfim, desejo vida longa à cada um deles: Michael Nesmith, Davy Jones, Peter Tork e Micky Dolenz!!!!! Que o legado de vocês sejam reconhecidos a cada geração. E que seus netos* possam se orgulhar por ter avós bem excêntricos.
Viva os Monkees!!!
*Obs: os monkee-netos que existem e os que estão por vir.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Sessão falha deles - Episódio 12 - I´ve got a Little Song Here

Apontamos mais uma falha neste episodio: nesta cena, o telefone vermelho só aparece depois que Micky tenta, em vão, consolar Mike e Peter faz um elogio. É quando Micky vai ligar para Bernard Class, se passando por um produtor famoso chamado M.D

Uma cena sem censura no seriado

Neste episódio, Davy não pode olhar para uma garota e ele sai do ar. E surge um problema previsto por uma charlatã metida a astróloga: Davy iria se apaixonar por uma garota e vai largar a banda de vez. Seus amigos tentam, em vão, impedir que o baixinho se apaixone e abandone a banda,
Nesta cena, Ferny, que é a garota por que ele se apaixona, desfila de biquini e com os seios fartos. Um detalhe que, na primeira vez em que foi exibido este episódio, a censura da época tratou de embaçar.
Outro detalhe importante: a dançinha pra lá de sensual que Ferny dá pra chamar bem a atenção do inglês.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Micky dá uma surra em Ryan O´Neil in 1965

Aqui, Micky está fazendo o papel de Kitch Brunner num seriado de TV, Peyton Place. Este vídeo foi gravado em 1965, um pouco antes de ser convocado para ser o nosso querido Monkee.
Mas, francamente, Micky Dolenz não convence como vilão da história.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Vale a pena ver isto

Uma banda cover dos nossos queridos, que prestam homenagens a eles
Pleasant Valley Sunday

http://www.pleasantvalleysunday.com/index.html

Vale a pena ver.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Sessão falha deles: Episódio 37

Olá, galera
Ainda nesta sessão de apontamento de falhas no seriado "The Monkees", encontrei algumas falhas que rendem boas risadas, já fazendo jus ao conteúdo comediante do programa. Desta vez no episódio 37 - Os Monkees Fazem Arte (Art For Monkees Sake)
Por exemplo esta cena abaixo. Enquanto um cara destroi um piano no museu de artes, Mike Nesmith tem uma reação bem sofrível com a destruição da música




Outra cena do episódio é quando o quarteto, disfarçados de espiões, descem numa escada feita de cordas para a sala de quadros, mas mostram algo bem mais espeteculoso do que os quadros ali: Mike e Micky "pagando" cueca branca. KKKKKKKKKK!



E ainda mostrando um pouco de pele do cocix deles, mais espetaculoso ainda. Isso a censura daquela época não barrou. Ainda bem (risos).

Breve, mais cenas mostradas na "Sessão Falha Deles".

terça-feira, 16 de junho de 2009

Notícias atualizadas sobre Peter Tork

Primeiramente, peço desculpas por não ter postado mais nestes dias, pois infelizmente a internet que eu tinha em casa foi cortada de vez. Mas não se preocupem. Estou dando um jeito na minha vida e, se possível, voltarei a acessar internet com mais frequência, para poder atualizar este blog com mais frequência também.
Bom, hoje eu trago uma notícia nada boa. Eu também fiquei chocada, juro que fiquei. Aliás, todos nós, fãs dos Monkees e especialmente de Peter Tork, achávamos que tudo estava indo bem com o nosso querido loirinho multiinstrumentista do Fave-Four do seriado dos anos 60 (não é Pre-Fab-Four, ok?).
Contudo, recebi uma noticia de uma amiga e correspondente americana de que o câncer de glândulas salivares voltou a se manifestar em Peter. A primeira vez me pareceu mentira. Custei para acreditar nesta notícia, achei que fosse boato. E olha que eu só consegui acessar a internet pelo meu celular, mas não fiquei tanto tempo, pois o meu celular é de plano controle e acabo gastando os meus créditos.
Só depois é que eu olhei os meus e-mails com mais calma, pelo meu notebook e com a internet cedida por um amigo. Rosinha Monkees mandou um e-mail com a seguinte notícia, que esclareceu melhor o que eu estava em dúvida: Peter Tork, ao fazer a radioterapia, descobriu que, depois de 10 semanas depois da cirurgia feita, o câncer voltou a se manifestar (que m&%$#). Detalhe: não tem cura (p%&@ m&%$#), porém há 80 por cento de chance de diminuir o câncer e o tratamento será contínuo.
Peter, logicamente, ficou arrasado. Mas não perdeu as esperanças. E nós, da mesma forma, temos que pensar positivo.
Tudo bem que o câncer é de desenvolvimento lerdo, mas precisou voltar pra atormentar a vida
deste homem? C@$%@@$! Que coisa chata!
Enfim, o que eu quero dizer nestas horas para o nosso amado Peter Tork é para que ele nunca, nunca, jamais perca as esperanças de que ele possa viver mais. Se ele acreditar que, fazendo este tratamento, ele consiga viver bem e melhor, todos nós acreditamos da mesma forma.
Galera, não vamos ficar aqui lamentando não!!! Nem ele, viu? Ultimamente ele estava até que bem, estava fazendo os seus shows, estava em paz depois da cirurgia da retirada do carcinoma. E, francamente, esta notícia soou como uma bomba mesmo. Fiquei pasma, mas guardo aqui a esperança de que ele fique bom logo, logo. E peço para que ninguém aqui perca a fé (independente de qualquer religião, ok?). Peço para que mantenhamos nossas orações e vibrações positivas para ele, pois acredito que há sempre um milagre que possa salvar Peter Tork do câncer de glândulas salivares. A fé é mais forte que a ciência, já ouvimos falar. DEUS é com Peter e com todos nós.

Melhoras, Peter Tork. Nós te amamos!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Daydream Believer: Literal Video Version

Novidade no blog: uma versão literal do clip Daydream Believer!!!!
Para quem entende inglês, certamente vai morrer de rir!!!

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Jornalzinho Monkees

Olá,
Aqui tem um antigo informativo sobre os Monkees, publicado em 1981, reeditado e convertido em pdf

Clique aqui para download

segunda-feira, 20 de abril de 2009

E por falar em Davy Jones...

...já repararam no sotaque britânico dele?
Se vocês tiveram a sorte de ver o seriado com o som original, podem ter percebido que o jeito de
falar do nosso querido baixinho é diferente dos demais. Quem sabe inglês vai entender que Davy
diz "I can´t" (lê-se: Ai Kant), enquanto americanos dizem "I can´t" (Ai kent). É tipo uma voz
de ressaca com sono e meio anasalado.
Querem mais uma prova? Tem a versão de Davy Jones cantando "Do not ask for love (Prithee)".
Em vez de dizer "ésk", ele solta "aask" mesmo. Sem mudar o som do "a".

Clique aqui para baixar

Sessão "Falha Deles"

Quem já deve ter visto o seriado ou quem tem a chance de ver no You Tube ou nos vídeos e dvds gravados, podem ter percebido certos detalhes que não devemos deixar passar despercebidos, como algumas falhas e deslizes (alguns até feitos de propósito) em algumas cenas e seriados.

Começaremos pelo episódio 1, com algumas cenas capituradas por mim:

Nas primeiras cenas, a cicatriz da cirurgia que Davy fez para extrair o apêndice é mostrado duas vezes.



Na próxima sequência, Mike Nesmith finge comer sanduiche. Tudo bem que é de mentira, mas
ele finge bem, pois ele mastiga a língua e ainda arranca um pedaço do falso sanduba.



As próximas cenas se tratam de uma falha de sequência da cena da correria de Micky e do comparsa do malvado Otto, com a música "This just doesn´t seem to be my day". Se Micky entra, o cara teria que vir atrás e não sair antes do Micky, concordam? Só pode ter sido algum erro na hora de editar as cenas, né Bob Rafelson?

No final, na hora daquelas entrevistas do produtor com os Monkees (acredito que eles não gostavam nem um pouco daquela encheção de saco do Rafelson no final de cada episódio, mas as entrevistas davam um certo ar de realidade misturada com ficção), Davy estava comendo alguma coisa e acabou falando de boca cheia. O mais engraçado é ele rindo de boca cheia!!!


Na próxima, mais cenas destacadas na sessão "Falha Deles".

Pontos a esclarecer

Neste meio tempo em que estou escrevendo meu livro, procuro esclarecer alguns boatos e rumores na história dos nossos quatro favoritos Monkees.
Um é o fato de Stephen Stills, o amigo de Peter Tork, ter sido reprovado no teste para o seriado, por causa dos dentes tortos.
Sinceramente, não sei da onde tiraram esta idéia. Na realidade Still abriu mão da vaga, dizendo aos produtores que não era o que ele queria. Mas tinha uma pessoa que possa se interessar e
ele quis indicá-la. Esta pessoa era Peter Tork, que na época trabalhava como lavador de pratos e cantor em cafés da Califórnia.
Olha, se há uma pessoa que eu admiro é Stephen Stills, por ser um anjo da guarda para Peter, pois se não fosse ele, a história seria outra.
Outro boato era sobre Charles Manson ter feito teste para os Monkees.
Mas como ele tinha feito o teste, se ele estava na cadeia?
Imagine se ele fosse solto na época dos testes e imagine se ele passasse.
Na minha opinião a banda e o seriado acabaria mais rápido do que o fim que realmente teve nos anos 70.
Bem, ainda ecoa aquele fato de que os Monkees nunca foram bons músicos, mas para quem teve uma boa experiência musical antes de estrearem como seriado e banda, até que eles fizeram bem. Como diria o Fausto Silva, "quem sabe faz ao vivo!". Quer uma prova? Que tal verem e reverem o episódio "O Preço da fama" (Monkees On Tour)? E ouvirem os shows ao vivo?

Mais artigos em pdf

Olá monkeemaniacos

Bem, aqui também tenho mais artigos em pdf, que o Augusto me emprestou uma vez, digitalizei e guardei para dividir com vocês.

http://rapidshare.com/files/223696618/pdfmks.rar.html

Monkees em revista tupiniquim

Olá, galerinha Monkee

Já faz um tempo que comprei esta revista rara num sebo e loja de antigos cds no centro da cidade. E o dono ainda me reconhece toda vez que eu passo lá e sabe que os Monkees são minha banda preferida.
E quero dividir esta revista (passado pelo scanner e convertida em PDF) com vocês.
É uma revista antiga, de 1967 sob o título "A vida dos Famosos Monkees". Do tempo em que eles faziam os brasileiros se embalarem ao som deles e se encantarem pelo seriado, exibido na TV Excelsior e dublado pela AIC (hoje BKS).
Deem uma boa olhada em cada coisa escrita nesta revista.
Vocês vão gostar e muito!!!
Abaixo, um link para baixar a revista

http://rapidshare.com/files/223691385/avidadosfamososmonkees.rar.html

quarta-feira, 8 de abril de 2009

E mais uma novis

Estou ainda montando algumas páginas para o blog. Mas tenho que fazer isto de pouco em pouco até a internet de casa voltar.
Brevevcs verão as novidades. Ah, e aproveitem para ver os anúncios que estão nos cantos deste blog, ok?

Peter Tork on Inside Edition

Já que o que vocês esperavam é alguma atualização (por conta da falta de internet, tenho que usar de alguém pra fazer minhas coisas), então decidí colocar este vídeo aqui no blog, sobre Peter Tork, que graças a Deus, ele está bem!

segunda-feira, 16 de março de 2009

Playlist dos Monkees

Hoje ví este link e estou ouvindo algumas músicas dos Monkees e alguns covers aqui!!!

sexta-feira, 13 de março de 2009

Coisas que uma fã faz V


Esta eu achei no site Worth 1000. Já faz tempo que já estava de olho nesta figura, pois ela é bem curiosa. Uma das filhas de Davy Jones estava vendo o clipe dele, "Daydream Believer", quando fez uma pergunta ao pai: "Porque você dança igual ao Axl Rose?"
Daí é que o bonitão ficou sabendo que o vocalista do Guns ´N Rose é quem estava imitando a famosa coreografia de Davy Jones. Então por que não colocar esta fotocolagem maravilhosa aqui?

For Peter´s Sake

E mais uma maravilhosa noticia nesta sexta-feira 13 (que dia cabalístico, não?):
Peter Tork já está em casa, se recuperando da cirurgia da retirada do carcinoma. Ele descansará durante algumas semanas antes de se submeter à terapia de radiação.
Quem está o acompanhando em sua convalescença são a sua irmã Anne e sua filha Halle, segundo informa o blog de Rosinha Monkees (a qual já agradeço pela informação). Ela já deixou avisado que colocará o nome de todos os fãs que apoiaram a melhoria de Peter no seu cartão de felicitações.
E a galera que torceu por isso, também quero demais agradecer, pedindo para manter bons pensamentos de melhoria ao nosso querido monkee.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Coisa que uma fã faz IV


E se Davy Jones fosse padre?

É claro que ele seria um padre bem bonito, com ar de santinho, mas não daria muito certo para ele não!!!

A profissão de cantor e ator de musicais é a sua melhor vocação.
(qualquer dia destes vou fazer um fanfic com este tema)

Coisas que uma fã faz III


O livro de cabeceira de Micky Dolenz sempre foi "O Senhor dos Anéis", de J.R.R. Tolkien. Tanto é verdade, que algumas palavras que ele inventou, como "frodis" por exemplo, foi baseado nos livros da trilogia. Na figura, coloquei Micky como "Frodo"!!! Legal, né?

Atualizações do blog

Novas músicas foram colocadas na rádio Monkees hoje!!!
Só clicar e ouvir!!!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Coisas que uma fã faz II

Se eles não estivessem tão separados, poderiam se juntar ao elenco de Star Wars, sendo jedis!!
Como diria Mestre Yoda: "Hey, hey! Monkees eles são!"
Que a força esteja com eles!!!



Coisa que uma fã faz


Esta foi a Leila que fez. Nesta cena, Micky, que adora imitar James Cagney ("-Seu rato sujo, você matou meu irmão!!!"), bem que poderia imitar Harry Potter.

domingo, 8 de março de 2009

Noticias Fresquinhas de Peter Tork

Esta eu acabei de ler aqui e lá na casa de Cíntia

Foi enviada por Rosinha Monkees

"Pessoal
Acabei de receber mais um update sobre a situação do Peter. É domingo à tarde, ele está acordado e alerta. Tive acesso a detalhes sobre como foi feita a cirurgia, mas prefiro não divulgar, pois é assustador... Eu mesma estou chocada, mas, enfim, graças a Deus isso já passou e ele já está até conseguindo falar um pouquinho. Ele tem um tipo de plug para manter fechado o buraco que foi aberto pela traqueostomia (aquele furinho que eles fazem na traquéia por onde a pessoa é alimentada) e à noite passada ele teve um pouco de náusea e ficou bem ruinzinho, mas nada assim tão problemático, tudo efeito dos medicamentos, com certeza. Esta manhã, foi tirado o dreno que ele tinha no pescoço e ele já está sem o curativo. Seu lábio inferior e sua língua incharam bastante, mas eles disseram que é assim mesmo, primeiro piora para depois melhorar (como ele mesmo disse, isso vai tirar um pouco do seu charme, mas depois ele volta à beleza normal - viu como ele é aquariano e ainda mantém o bom humor???). Toda noite ele está tendo um pouco de insônia, aí quando ele adormece, a enfermeira vem para tomar seus sinais vitais e ele acorda e, pronto, insônia de novo. Mas pela manhã ele já se sente bem novamente e está se recuperando. Cada dia que passa ele fica melhor e sua família agradece todos os recadinhos e todo amor que estamos enviando. Ele tem recebido tudo e a informação que tive é de que isso está dando muita força para ele. A única preocupação agora é tirá-lo do hospital, pois, de acordo com as normas, ele tem que sair numa cadeira de rodas e tem muito repórter e fotógrafo na porta só esperando para conseguir a melhor foto, mas eles vão tentar tirá-lo pela porta de emergência, onde o pessoal não em acesso, assim ele tem sua privacidade garantida.
Por isso, vamos continuar pensando positivamente e rezando por ele, pois logo ele estará de volta pra casa. É uma fase difícil, com certeza, mas que ele vai suportar e superar. Afinal de contas, ele é Peter Tork!"
Com certeza!!!
Peter é Peter e é Peter Tork!!!!!
E Peter Tork é vencedor!!!
E quero agadecer à Rosinha pela noticia!!!

Tem bolo na casa de Micky Dolenz


E em pleno dia das mulheres. Mulheres da vida dele, mulheres que amam ele de paixão e mulheres que ele também tem sempre queda. Parabéns, Micky Dolenz. E parabéns a todos nós, a mulherada louca por Micky Dolenz e pelos Monkees!!!

quinta-feira, 5 de março de 2009

Longa Vida a Peter Tork!!!!!!




Esta noticia só agora estou postando. Mas continua sendo boa!!!


Peter Tork, nosso amado monkee e bluesman fez ontem a cirurgia para a retirada do carcinoma adenoide cístico e passa bem. Hoje, Rosinha Monkees foi ao hospital em NY, onde Peter está internado e mandou flores. E mandou os recados de todos os fãs daqui!


E tudo que temos é agradecer a Deus e também a vocês, fãs, que fizeram prece e mandaram pensamento positivo para a melhoria dele. Apesar dele também manter-se em pensamento positivo, afinal, não era nada demais para se preocupar.


Mas uma coisa é certa de se dizer a ele: Peter Tork, meu amado, cuide-se bem, viu? Cuide-se bem para viver bem mais e melhor. E um abraço para você!!!
Longa vida a Peter Tork!!!!!!!!!
E viva Jesus e Dr. Bezerra de Menezes (não querendo misturar religião, mas eu sou espirita e pedi à eles para ir até NY para estar lá com Peter), por terem acompanhado a cirurgia.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Declarações

de Rosinha Monkees, em seu site, quanto a noticia de Peter Tork


"Agora, o mais surpreendente, é quando eu me surpreendo a mim mesma (risos) como neste exato momento quando sei que o homem que eu já nasci amando de outra vida, Peter Tork, será operado amanhã em New York de carcinoma adenoide cístico, um tipo de câncer na língua. E eu não estou preocupada. Juro, nem um pouquinho. Estou surpreendentemente confiante em Deus de que tudo vai dar certo e que em Junho estarei em Connecticut, hospedada em sua casa e aplaudindo seu primeiro show pós cirurgia e sessão de radioterapia, conforme combinamos há 3 dias ao telefone, quando ele mesmo me deu a notícia em primeira mão, antes mesmo de sair na imprensa americana.
Então, não se surpreendam se eu, nos próximos dias, amanhecer em Manhattan para dar todo apoio ao único homem pelo qual vale a pena torcer para que tudo dê certo. E eu não estarei sozinha. E isso não será surpresa alguma, principalmente pra ele, que é igualzinho a mim! Aquarianos não desistem nunca!"

é isso aí, Rosinha, concordo contigo!!!

Nota Oficial Traduzida

Fonte: PeterTork.com

Pop-Star Ex-Monkee Peter Tork anuncia que está com câncer

Peter Tork, ex-membro do mais popular grupo dos anos 60, The Monkees, e lider da banda Shoes Suede blues, anunciou na terça-feira, dia 3, que está com um tipo raro de cancer, o Carcinoma Adenóide Cistico. Esta forma de cancer de cabeça e pescoço, rara e de crescimento lento é mais frequentemente encontrada nas glândulas salivares, mas no caso de Peter, o carcinoma foi encontrada na região inferior da língua.
"Esta é uma situação de má e boa noticia", diz Peter. "É tão raro uma combinação (na língua) que não existe um monte de experiências entre a comunidade médica sobre essa combinação particular. Por outro lado, o tipo de cancer é, não importa a localização, é algo bem conhecido, e no prognóstico, como estou dizendo, é bom. "
Tork, 67, fará a cirurgia hoje, dia 4, em Nova York e os médicos seguirão com uma rodada de radioterapia. Resultados preliminares de uma biópsia mostram que o câncer não foi além da disseminação inicial da língua.

Os quarenta anos da carreira de Peter, sob os olhos do público, começou com encantadora alta-energia feita para a televisão, a banda e seriado "Os Monkees". Ganhou Emmys seguidos de 1966 à 68 e (a banda) continua repercurtindo o mundo. O grupo teve várias etapas muito bem sucedidas, turnês e reencontro com três membros do original, Tork, Micky Dolenz e Davy Jones, carinhosamente conhecido pelos fãs como o antigo "3kees" (trio Monkees, em vez do quarteto original).

Em 1986, com a ajuda da MTV e uma mistura entusiástica de fãs antigos e novos na Turnê do 20º (vigésimo) aniversário da banda, foi um enorme sucesso, com lançamento do "Greatest Hit" e de novas músicas como "That Was Then, This Is Now", vídeos populares e uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood. Após este retorno bem sucedido, houve várias turnês mundiais, incluindo uma curta reunião com a presença elusiva de Michael Nesmith. Todos os Monkees tem prosseguido projetos solo entre as turnês e aparições do grupo. Entre aparições de televisão e de shows agendados, Tork tomou sua carreira como colunista conselheiro em "Ask to Peter Tork", no webzine The Daily Panic e continuou com sua turnê pela Europa e Estados Unidos no ato solo de com Shoes Suede Blues, banda com qual ele tem dois CD´s gravados, "Saved by The Blues" e "Cambria Hotel".

Peter continua alegre sobre sua condição e esperençoso quanto ao futuro.

"Sou extremamente grato, admirado e humilde pelo incentivo, carinho e apoio que recebemos até agora", diz Peter sobre a reação de amigos e família da noticia de sua doença. "Salvo eventuais complicações, estou plenamente esperando para honrar um show que marquei para Junho deste ano com a banda
Shoes Suede Blues", afirma Tork. "Nos apresentaremos em Manchester e Connecticut, e estou ansioso para seguir com isso e com todas as nossas turnês marcadas."
E quando uma nova turnê dos Monkees ocorrerá de novo? "Bem, nunca diga nunca", Tork sorri.

Pois é, gente!!! Vamos manter o nosso sorriso de alívio e nossos votos de melhoras a ele, pois se não há nada para se preocupar, é certeza que veremos Peter sorrir de novo!!! Por isso que eu amo este cara!!! Se ele acredita que, para Deus, câncer é algo que pode se curar, então que esta esperança se torne milagre. Isso é que é ter fé!!! E pensamento positivo. Ele acaso leu o segredo?

Agora sim, é oficial

A noticia de Peter Tork quanto a cirurgia contra o câncer de glândulas salivares se tornou oficial hoje, no site oficial dele. Até aí, ele já está fazendo (ou irá fazer) a cirurgia para a retirada do carcinoma.
Mesmo assim, manteremos em nossas orações e vibrações positivas pela sua melhora.
Sei que Peter Tork, nosso querido, sairá desta!!!

Falando nisso...

Sarah me contou que o site Monkeeland deu a noticia de Peter, como se fosse "oficial", sem declarar que não era oficial. E, segundo ela, saiu da MonkeeLand pois o "povinho" de lá achou que ela era uma simples aproveitadora e que gosta de contar vantagens, só porque tem sorte de ter contato com Davy Jones e Peter Tork. E diante desta noticia, o pessoal acusou-a de querer tirar proveito disto. Conheço a Sarah!! Ela é superlegal, ela foi e ainda é comigo! Ela jamais faria isto.
Oh, povinho da MonkeeLand, inveja mata, sabia?
Eu, quando vou dar uma noticia, deveria ter informado que não era oficial, no momento em que se dava noticia, para evitar confusão. Mas, veja bem, eu fiquei transtornada mesmo. Fiquei transtornada pra burro!!! E eu esqueci, simplesmente. Agora é que eu declarei isto.

Noticias de Peter: Eu e minha boca!!!

Declaração de arrependimento (pela noticia dada)!!!!
É isso mesmo, eu declaro que a noticia de Peter Tork ser diagnosticado de câncer de glândulas salivares não era oficial. Não quer dizer que não seja verdadeira. O que eu quero dizer é que Rosinha Monkees e Sarah tem contato com Peter e ele mesmo disse sobre seu diagnóstico do carcinoma à elas, mas que era para ser algo a não ser tornado público até que ele mesmo declarasse. Mas a "tontolina monkeemaniaca desesperada" aqui (que sou eu) estava tão transtornada com a noticia, que, com um bom coração e boa intenção (mesmo), pediu a todos os fãs para que rezassem e espalhou noticias aos quatro ventos. Eu, que deveria ficar na minha, só me limitando a dar noticia somente para a comunidade dos Monkees no orkut ou mandando minhas orações, NAAAAAAAAAAAÃO, dei com a língua nos dentes. E me arrependo até agora.
Mas, veja bem! Meu blog tem a intenção de informar a verdade e esclarecer boatos, mesmo sendo noticia oficial ou não. Não pude deixar de omitir, pois não há nada incoberto que não possa ser revelado. E não pensem que isto é um blog de fofocas, se houvesse fofocas, eu esclareceria no ato e ainda deixo comentários meus sobre isso. Assim como no meu blog, a mesma coisa será na minha biografia dos Monkees.
Só que minhas verdades não tem intenção de ferir ninguém. E, sim, de ajudar a esclarecer o (a) leitor(a), pois este país está cheio de fofocas, mentiras e boatos mal esclarecidos, como até mesmo no tempo em que a Monkeemania era intensa nos anos 60, 70 e 80. Se eu fosse realmente jornalista, eu faria a mesma coisa que faço em meu blog. Se, mesmo assim, a verdade ferir, o que em geral pode acontecer, peço desculpas oficiais para os fãs e, inclusive, para o artista relatado, ou seja, Peter Tork (à quem eu amo de paixão) e peço para que Deus dê a ele força e luz para sua melhora após a cirurgia. E que ele possa voltar a cantar, como sempre fez!!! E bonito!!!
E também peço a vocês, fãs que, como eu, amam os Monkees e Peter Tork, peço de coração para que rezem pela saúde dele.

terça-feira, 3 de março de 2009

Mais uma informação!

Peter fará a cirurgia em Nova York!!!
Orações e boas vibrações à ele!!!

Orações à Peter Tork

Li uma noticia muito chocante e triste de Sarah (dona do site Davy Jones Forever), que, na primeira vez que bati o olho, me pareceu brincadeira. Mas quando eu li, ví que era mesmo sério: Peter Tork foi diagnosticado por um tipo de câncer raro, um carcinoma adenoide cístico. É um tipo de câncer que não progride rapidamente, mesmo assim é preciso agilizar os exames.
Peter fez todo o prognóstico e já marcou a cirurgia para amanhã, dia 4 de março, seguido de um tratamento radioativo.
Ainda conversando com Sarah, mandei minhas orações e pedí para avisá-lo de que ele terá nosso apoio. Todos os fãs do Monkee-List se chocaram com a noticia!!! E, sinceramente, não esperávamos (nem ele mesmo esperava) por isso.
Sim, é uma noticia muito triste, mas não desanimaremos, não
Peço orações e vibrações positivas a todas as fãs dos Monkees e de Peter Tork, pela sua melhora!!!!

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Teve bolo de aniversário...

...na casa de Zulmira Carvalheiro, presidente da AIFCTM (Associação Internacional de Fãs do Conjunto The Monkees). Apesar dela estar afastada do nosso fã-clube brasileiro, por problemas pessoais, sei que o que ela mais deseja é ter Micky Dolenz ao seu lado comemorando seu aniversário. Parabéns, Zul!!! Felicidades para você!

Falando em Davy Jones...

Tem no You Tube os vídeos da biografia dele.
Clique nestes link abaixo!!!

Davy Jones Biography parte 1
Davy Jones Biography parte 2
Davy Jones Biography parte 3
Davy Jones Biography parte 4
Davy Jones Biography parte 5

e este outro extra, de um documentário

Davy Jones on 60´s Revealed

Legado Legal



Antes de você pensar que eu estou falando do segundo episódio do seriado (o título original do episódio é "Monkee See, Monkee Die"), saiba que eu estou falando do legado musical de Davy Jones. Sim, o nosso deus Apolo (como diz a Sônia) Jones tem como a filha caçula, Annabel Jones, a continuação de seu talento musical. Trata-se da banda Lady and The Lost Boys. Annabel é a vocalista do conjunto que atualmente vive na Inglaterra e faz turnês por lá. Quem sabe a banda não venha ao Brasil. E o interessante é que, enquanto o pai dela veio da Inglaterra para fazer sucesso nos EUA, a filha fez o contrário.

A primeira impressão que eu tive ao ouvir as músicas da banda é que tem o mesmo estilo de Keane, pois no lugar da guitarra, tem o piano e o baixo. E uma pequena mistura de fantasia com Los Hermanos e do Broadway de Davy Jones. Junto com a bela voz de Annabel. Eu mandei uma mensagem elogiando e incentivando o grupo pelo sucesso. Como resposta da banda, recebi a seguinte mensagem: "Que bom ouvir isto de você! Você poderá comprar nossos hits por mais em conta e enviaremos por e-mail. Eu espero que possamos vir ao Brasil um dia!!" Tomara que este "um dia" chegue. E eu garanto que vocês irão se apaixonar pela banda e pela bela voz de Annabel e sua banda Lady and The Lost Boys.

As músicas da banda estão somente disponiveis no Myspace

Aqui também tem uns vídeos de um show feito na Paradiso - Small Hall. Clique e veja

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Incubus - I wish you were here

Eu já havia citado este vídeo no meu outro blog, o The Box Of Secrets (Mera Coincidência - Outubro de 2008). Sim, é uma outra referência aos Monkees. Repare que a mesma cena da ponte e a solarização usada em "HEAD"é usada neste clipe.

The Thrills - Big Sur (Live)

Nesta música, o refrão do tema dos Monkees (Hey, hey, we´re the Monkees/People say we monkey around)

Big Sur

So much for the city
Tell me that you'll dance to the end
Just tell me that you'll dance to the end
do do do do do do do

Hey, hey you're the monkees
People said you monkeyed around
But nobody's listening now
do do do do do do do

Just don't go back to Big Sur
Hangin' around, lettin' your old man down
Just don't go back to Big Sur
Baby baby please don't go
Oh baby baby please don't go

So much for the street lights
They're never gonna guide you home
No they're never gonna guide you home
do do do do do do do

Down at the steam boat show,
Yeah, all the kids start spittin'
I guess it didn't live up to the billing
do do do do do do do

Just don't go back to Big Sur
Hangin' around, lettin' your old man down
Just don't go back to Big Sur
Baby baby please don't go
Baby baby please don't go

(Musical interruption)
Do do do do do do do

Just don't go back to Big Sur,
Hangin' around, lettin' your old man down
Just don't go back to Big Sur
Baby baby please don't go
Oh baby baby please don't go

Just don't go back to Big Sur,
Hangin' around, lettin' your old man down
Just don't go back to Big Sur
Baby baby please don't go
Oh baby baby please don't go

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Monkees Gráficos

Enquanto estou fazendo as páginas complementares para o blog, fiz alguns gráficos pelo bom e velho Photoshop.
Aqui estão alguns que eu fiz. Espero q gostem!!!




















sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Monkees virundeados

Neste site aqui, na qual li e morri de rir, tem até uns virunduns (ato falho auditivo em músicas) das músicas dos Monkees. É sério, até os americanos marcam bobeira na hora de cantar os hits dos nossos queridos

Quer uns exemplos:

Stepping Stone

Letra virundeada

But you won't find my name in your book of loose choosers
(Mas você não vai encontrar meu nome em suas escolhas livres)
You won't find my name in a box of little shoes.
(Você não vai encontrar meu nome na caixa de sapatinhos)
But you won't find my name in your buffalo shoes
(Mas você não vai encontrar meu nome em seu sapatos de búfalo)

O correto
But you won't find my name in your book of "Who's who?"
(Mas você não vai encontrar meu nome na lista dos "famosos quem?")

Tema dos Monkees

Virundeada

So you better get ready
In a minute, gonna blow up your town.
(Então é melhor se preparar
Em um minuto, vai explodir sua cidade - já pensou?)

Correta

So you better get ready
We may be coming to your town
(Então é melhor se preparar
Talvez estaremos em sua cidade)

Cuddly Toy

Virundeada

You're not the only choo-choo train
that was left out in the rain
The day of the hurricane
(Você não é apenas um trenzinho piuí
que foi deixado na chuva
no dia do furacão)

Correta

You're not the only choo-choo train
that was left out in the rain
The day after Santa came
(Você não é apenas um trenzinho piuí
que foi deixado na chuva
num dia depois da vinda do Papai Noel)

Daily Nightly

Virundeada

Darkened rolling figures move thru' prisons of Ocala.
(Figuras escuras rolantes se movem através das prisões de Ocala - cidade da Flórida)

Correta

Darkened rolling figures move thru' prisms of no color
(Figuras escuras rolantes se movem através dos primas incolores)

Daydream Believer

Virundeada

The sick, sick clock alarm would never ring
(O despertador doente, doente, nunca tocaria)

Correta

The 6 o'clock alarm would never ring.
(O despertador, às 6 da manhã, nunca tocaria)

Para quem entende inglês, recomendo este site.

Pre-Fab-Four ou Fave-Four


Se há uma coisa que eu realmente fico passada é de chamar, de uma forma um tanto perjorativa, os Monkees de "Pre-Fab-Four". Uma alusão aos Beatles, que eram chamados de "Fab-Four", que significa "os quatro fabulosos". E Pre-Fab-Four, no caso dos Monkees, significava "quarteto pré-fabricado".

Bem, para nós, fãs dos quatro amados da América, eles deveriam ser chamados de "Fave-Four", que significa "os quatro favoritos". Sim, uma forma mais gentil e carinhosa de dizer o quanto amamos os Monkees.

Pois é, enquanto os Beatles são os quatro fabulosos reis da EMI (parafraseando "Randy Scouse Git", de Micky Dolenz), os nossos queridos Monkees são chamados de "Os Quatro Favoritos"



Montando um fanfic

Com a ajuda das meninas e com a minha ajuda pelo Orkut
Veja na comunidade da Rosinha, no fórum "Peter como vocalista"

Monkees como trilha sonora de telenovelas II

Uma outra observação: no final de 2005, a Globo exibiu um especial de fim de ano chamado "Os Amadores". Numa das cenas, em um cemitério, é tocado o Tema dos Monkees.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Monkees como trilha sonora de telenovela

Uma curiosidade: O hit "A Little Bit Me, A Little Bit You foi uma das músicas que fizeram parte da trilha sonora da telenovela Araponga. Era o tema dos personagens Samara e João Paulo (respectivamente interpretados por Lúcia Veríssimo e Flávio Galvão).
veja mais sobre a novela aqui
veja o clipe A Little Bit Me, A Little Bit You aqui

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Micky Dolenz irá lançar novo CD

Esta notícia veio da minha amiga Sarah, por e-mail
Micky Dolenz, numa entrevista com Ryan Manno (veja este vídeo aqui), anunciou que fechou um acordo com a gravadora (não foi mencionado qual, mas está no vídeo) e irá gravar um álbum sob o título "A King For a Day" (Um Rei por um dia).
No vídeo, ele também menciona sobre sua estadia no reallity show "Gone Country"

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

She - The Monkees

Com a letra para acompanhar e cantar junto!!!!!

Nova versão do seriado

Fonte: BBC
24/07/2008

Simon Fuller, o criador da série de sucesso britânica Pop Idol, está em negociações para recriar o seriado humorístico Os Monkees, que fez grande sucesso nos anos 60.O britânico Fuller, que também foi empresário das Spice Girls, deu início às negociações com a emissora de TV americana NBC na última terça-feira, segundo o jornal Variety.O seriado Os Monkees misturava humor e música para contar as aventuras de uma banda de rock. A série foi exibida pela NBC entre 1966 e 1968, mas teve várias reprises o que aumentou o seu fã-clube. O grupo os Monkees, criado especialmente para o seriado, era formado por Mike Nesmith, Peter Tork, Micky Dolenz e o britânico Davy Jones.Carreira musicalApós o fim do seriado, a banda deu continuidade à sua carreira musical. Após terem se separado, a banda já se reagrupou por diversas vezes nos últimos 15 anos.Muitas das canções que a banda fez para série, como Daydream Believer e Last Train to Clarksville, chegaram às primeiras colocações das paradas britânica e americana.A nova versão da série tratria atores americanos nos papéis dos integrantes do grupo.
Caso os planos de refazer o seriado sejam concretizados, a intenção é começar a exibir o novo Os Monkees a partir do ano que vem. Fuller, que também criou o grupo pop britânico S Club 7, comprou os direitos do nome e do concieto por trás de Os Monkees.Os Monkees, por sinal, serviram de inspiração para o S Club 7, que também protagonizou uma série de TV.O seriado foi ar nos Estados Unidos e era voltado para o público infanto-juvenil. Simon Fuller atualmente é produtor-executivo da série da Fox americana American Idol, inspirada no seu Pop Idol.Pop Idol foi um concurso musical televisivo, cuja final, na Grã-Bretanha, chegou a atrair 13 milhões de telespectadores. O programa revelou cantores que têm feito grande sucesso na parada britânica de singles, como Will Young (o vencedor da competição) e Gareth Gates (o segundo colocado).

Bem, como dizia Davy Jones: "Você só pode estar brincando!"
Imagine querer fazer um remake daquilo que era e continua sendo ótimo. Sinceramente, isto não tem nada para dar certo em momento algum. Bom mesmo é o seriado original com os originais Monkees. E este cara, Simon Fuller, está querendo ser o novo Bob Rafelson. Querendo fazer a mesma proposta para a mesma emissora que exibiu o seriado e colocando anúncio na mesma revista. Realmente, "he must be joking!"
E aliás, já tentaram uma vez fazer um seriado chamado "The New Monkees", nos anos 80. E foi um fiasco também. A originalidade fala mais alto. Viva Micky, Peter, Michael e Davy. Hey, Hey, estes são os Monkees.

Micky Dolenz e companhia no Gone Country

Veja os vídeos do reallity show da CMT.
Clique aqui

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Mais músicas na Rádio Monkees

Olá, pessoal
Enquanto meu blog se encontra em fase experimental (ainda falta muita coisa a ser colocada nele), estou colocando mais músicas conhecidas e raras dos Monkees na Rádio Monkees. Para ouvirem e curtirem, enquanto lerem os artigos aqui postados.

Mais músicas na Rádio Monkees

Estou incluindo, aos poucos, as músicas dos nossos amados Monkees para a nossa rádio. Teremos músicas conhecidas e até mesmo raríssimas deles. Para ouvir enquanto lê os artigos aqui postados.

Tái mais uma novidade.

Abraços

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Não se esquecendo de agradecer...

Ao tradutor do Google que, apesar de traduzir quase que ao pé da letra ou não traduzir algumas expressões direito, me ajuda bastante neste meu esforço para traduzir os artigos.

O quinto Monkee, Glen Campbell

Fonte: Examiner.Com
Escrito por Michael MCGuire.

Um dos piores segredos mantidos era que os Monkees não tocavam seus instrumentos em seus primeiros álbuns, nos anos 60.
Os músicos de estúdio eram os que davam conta do recado, naquela época. Em uma recente entrevista com MCGuire, Glen Campbell afirma que tocou guitarra em "Last Train To Clarksville" e outros primeiros hits dos Monkees.
Nada tenho contra eles. Eu estava no colegial (ensino médio dos americanos) quando eles eram populares. Deram-nos um ou dois anos de riso, e não há nada errado com isso. Eles lutaram para tocar em todas as suas próprias gravações.
Glen confirmou também tocou guitarra em "Good Vibrations" para os Beach Boys e em cinco músicas no álbum deles, "Pet Sounds".
Paul McCartney tem créditos de "Pet Sounds", com fonte de uma inspiração para "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band ".
Ringo Starr já comentou que os Beatles nunca sentiram particularmente ameaçados comercialmente, mas sentiu ameaçado criativamente por The Beach Boys.
A rivalidade amigável entre as duas bandas resultou na música subindo para um plano superior, e Glen desempenhou um papel nele.
E passei anos rastreando as contribuições de Glen Campbell para as músicas, como músico de estúdio, e decidiram que é uma tarefa impossível de concluir.
Suas impressões digitais estão por toda parte.
Perguntei se ele lembrava a sua primeira viagem a San Francisco.
"Sim", disse ele. "Eu vim com o o Kingston Trio. Gastamos cerca de quatro noites tocando na ansiedade. Nós escolhemos o melhor desempenho de cada canção e colocamos no álbum. Acho que isto fez muito bem para eles.".
Meu primeiro encontro com Glen foi quando eu vi seu nome nos créditos no verso da capa do álbum de Jan e Dean. Mas a sua história remonta mais anos do que isso.
Tocou guitarra em "Be My Baby" de The Ronettes; “He’s a Rebel”, de Darlene Love e The Crystals; “You’ve Lost That Lovin’ Feeling”, de Righteous Brothers; “Viva Las Vegas”, de Elviz Presley; “Strangers in the Night”, de Frank Sinatra; várias gravações de Merle Haggard, Waylon Jennings, Rick Nelson, Nat King Cole, Nancy Sinatra, Wayne Newton. . . e onde posso parar?
A parte disto, Sonny e Cher fizeram os back vocals em “You’ve Lost That Lovin’ Feeling”.
Campbell dissipou rumores de que ele tocou em "Mr. Tambourine" para os Byrds ou que nunca trabalhou com Simon & Garfunkel.
"Considerei tudo isto uma experiência de aprendizagem", disse ele. "Eu estava tocando com os melhores músicos do mundo, em minha opinião, e todos nós aprendemos uns com os outros."
Mesmo que você pode acreditar que você não é um fã de Glen Campbell, não se surpreenda se um de seus favoritos riffs de guitarra é realmente um dos seus.
Para sua diversão. . . "Last Train para Clarksville" dos Monkees. Ouça Glen Campbell dedilhando e arreganhando!

Radio Monkees